Nota de repúdio às declarações do ministro Ricardo Salles


A Espaço de Formação Assessoria e Documentação, vem a público repudiar veementemente às manifestações do ministro Ricardo Salles, documentadas em vídeo de reunião ministerial realizada em 22 de abril, e tornadas públicas por decisão do Supremo Tribunal Federal.

"Então para isso precisa ter um esforço nosso aqui enquanto estamos nesse momento de tranquilidade no aspecto de cobertura de imprensa, porque só fala de covid-19, e ir passando a boiada e mudando todo o regramento e simplificando normas. De Iphan, de Ministério da Agricultura, de Ministério do Meio Ambiente, de ministério disso, de ministério daquilo. Agora é hora de unir esforços [...]. É de regulatório que nós precisamos, em todos os aspectos."

A nefasta manifestação do Ricardo Salles, não deixa dúvidas quanto a intencionalidade dele e do governo que ele participa, de desmantelar por completo os sistemas de proteção ambiental do Brasil, construídos em décadas de muita luta de milhões de pessoas. Pior que isso, o fica clara a disposição de usar a morte de milhares de pessoas vitimadas pela terrível pandemia de Covid-19, para tentar ludibriar a vigilância da imprensa e da sociedade e do Congresso Nacional e passar medidas de destruição.

O ministro Ricardo Salles, que possui condenação por improbidade administrativa por ter tentado fraudar mapas da Área de Proteção Ambiental do Rio Tietê quando era secretário de meio ambiente em São Paulo, desde a sua nomeação atua para enfraquecer as regras e desmontar as instituições voltadas à defensa do patrimônio ambiental brasileiro. O desmatamento registrado em 2019, foi o maior dos últimos 10 anos, e nesse a tendência, pelos números atuais, é de que a marca anterior seja superada. A Espaço, se soma a outros pronunciamentos de repúdio às declarações de Ricardo Salles, e a atuação irresponsável do ministro e de todo o governo federal em relação ao meio ambiente. Alertamos que o Brasil, infelizmente, segue na contramão da história e muito provavelmente se tornará maior contribuinte da degradação ambiental do planeta. Conclamamos toda a sociedade brasileira a reagir a mais esse desmando antes que a “boiada passe”, como quer o Salles, pisoteando a o povo, os recursos naturais, e a democracia.

São Paulo, 22 de maio de 2020

Espaço, Educação Saúde e Meio Ambiente

Posts Em Destaque
Posts Recentes
espaco_rodape_2.png